Os cinco fatos sobre o Nintendo Wii U que você precisa saber

Wii U tem o selo Miyamoto de qualidade.

Wii U tem o selo Miyamoto de qualidade. E o seu?

O Wii U, sucessor do Nintendo Wii, já está no varejo desde novembro de 2012, mas com uma estimativa de 4,1 milhões de unidades vendidas e uma recepção ainda bastante morna por parte do mercado e dos gamers, fica difícil saber se a Nintendo conseguirá repetir o sucesso do seu console de mesa anterior, o Wii, que já vendeu mais de 100 milhões de unidades.

No Brasil o novo console chegou no último dia 28 de novembro. Por isso vamos para a nossa lista de cinco fatos sobre o Wii U que você precisa saber! Quem sabe, com a nossa consultoria, você acaba decidindo se vale acelerar a sua compra ou se é melhor aguardar um pouco mais.

1. PREÇO

O Wii U já está disponível oficialmente no Brasil, por preços que à vista começam em aproximadamente R$ 1699. O kit é o Deluxe, que acompanha o console na cor preta e com 32 GB de espaço interno, o gamepad em forma de tablet, cabo HDMI, uma sensor bar, carregador de energia para o gamepad, e suportes, tanto para o gamepad quanto para o uso do console na vertical. Além disso, os games New Super Mario Bros. U e o complemento New Super Luigi U estão no pacote.

Wii-U-Deluxe-Set-MarioLuigi

Nos Estados Unidos o aparelho custa US$ 299, ou aproximadamente R$ 700. Assim, o preço brasileiro é alto, mas os cálculos da Nintendo são melhores para o consumidor do que os feitos pela Sony no PS4.

Na Nintendo, cada dólar está equivalendo a aproximadamente R$ 5,68, enquanto na Sony, cada dólar está valendo a R$ 10,02. Nenhuma das duas bateu a fabricação nacional do Xbox One no Brasil, com seu método, a Microsoft vende seu console por um preço em que cada dólar equivale a aproximadamente R$ 4,40.

E a fabricação do console da Big N no Brasil não está completamente descartado. Contrariando o mal estar gerado há algumas semanas, quando deu a entender que o Brasil não teria capacidade produtiva para fabricar 0 Wii U, no último dia 26 de novembro o gerente de relações públicas da Nintendo  Bernardo Guzmán-Blanco disse ao UOL Jogos que a empresa apenas não teria ainda estabelecido a melhor maneira de montar seus aparelhos no país, mas deixou claro que sabe o potencial do mercado brasileiro.

2. O HARDWARE

Não é verdade que o hardware do Wii U é equivalente ao dos consoles PS3 e Xbox 360 nesta atual geração. Realmente o console da Nintendo tem menos recursos do que seus concorrentes diretos, PlayStation 4 e Xbox One.

processor

O hardware conta com um processador de três núcleos Power PC da IBM trabalhando a 1.24 MHz. Em memória, enquanto os concorrentes têm 8 GB de RAM, o Wii U traz 2 GB de memória DDR3. O vídeo também é da AMD e roda a 550 MHz. Este tipo de diferença afeta os desenvolvedores, que precisam se esforçar mais na hora de portar seus jogos para o console da Nintendo. E não podemos esquecer: Esta é a primeira aventura da Nintendo no mundo da alta definição. Finalmente poderemos ver Super Mario rodando em 1080p.

Infelizmente o que se tem visto até aqui foram muitas declarações de empresas criticando o console e manifestando dificuldade em trazer seus games. Aqui está o maior problema. A Bethesda, produtora da franquia Elder Scrolls foi uma das publishers que se manifestou formalmente. Em setembro a empresa disse que o Wii U está fora de seus planos, e que a Nintendo deveria ter procurado as empresas durante o desenvolvimento do console.

Já a EA tem sentido no bolso o problema. Seus jogos para Wii U têm vendido abaixo do esperado e a representatividade da plataforma no seu faturamento não tem passado de 1% nos últimos relatórios trimestrais. Assim, blockbusters como Fifa 14, Battlefield 4 e Need for Speed: Rivals acabaram ficando de fora da  festa.

3. A BIBLIOTECA DE JOGOS

Como falamos acima, o Wii U infelizmente está começando a ficar de fora dos lançamentos de importantes publishers como EA e Bethesda, no entanto empresas como Disney, SEGA e Ubisoft estão firmes no apoio à plataforma.

Este reforço somado à qualidade dos títulos e franquias da própria Nintendo, como Mario, Zelda, Donkey Kong, Pokémon, Wii Sports e Wii Fit poderia fazer com que os donos do console não se sintam abandonados?

Confira um pouco do que  já está disponível:

ghosts_wiiU

  • Call of Duty: Ghosts;
  • New Super Mario Bros. U;
  • Lego City Undercover;
  • Mass Effect 3;
  • Super Mario 3D World;
  • Rayman Legends;
  • The Legend of Zelda: The Wind Waker HD;
  • Deus Ex: Human Revolution – Director’s Cut;
  • Sonic: Lost World;
  • Assassin’s Creed IV: Black Flag;
  • Batman: Arkham Origins.

E quem está para chegar…

mario_kart_8

  • Mario Kart 8;
  • Watch Dogs;
  • Bayonetta 2;
  • Super Smash Bros. Wii U;
  • Yarn Yoshi;
  • Donkey Kong Country: Tropical Freeze Preview.

Ficar de fora do circuito de grandes franquias de empresas como Rockstar e EA realmente atrapalha quem gostaria de ter apenas um console nesta nova geração. Mas vamos ver como a Nintendo irá convencer mais produtoras a lhe apoiar. Para agora, a briga está difícil.

4. A RETROCOMPATIBILIDADE

Temos dois cenários: No primeiro você já tem um Wii e sua coleção de jogos. No segundo você nunca teve um Wii, mas gostaria de aproveitar para jogar os sucessos da Nintendo lançados para a plataforma, afinal foram mais de 1700 games desde seu lançamento em 2006.

Nos dois casos o Wii U poderá ajudá-lo. O console traz um Wii Mode. Com este modo ativo, o console virtualiza um Nintendo Wii, trazendo inclusive o seu menu de navegação padrão (e também a limitação de até 512 MB de espaço em disco para dados de jogos e games, assim como no Wii). E você pode facilmente fazer backup de seu antigo Wii diretamente para seu novo Wii U.

Para jogar games de Wii é necessário utilizar a sensor bar que acompanha o kit Deluxe do Wii U e também ter em mãos os controles clássicos do Wii, o Wii Remote e o Nunchuk, para o caso de games que exijam o acessório, como é o caso de Super Mario Galaxy, por exemplo. Veja como fica…

Particularmente eu esperava um upscaling melhor, que permitisse utilizar os jogos em uma definição mais compatível com as TVs atuais, mas não é o caso. Apesar de a qualidade de imagem ser superior ao uso de um Wii utilizando um cabo componente, o Wii Mode não faz milagres e você sente a definição mais baixa dos jogos.

Mas isso vai se atenuando conforme você joga e o Wii Mode tem sofrido melhorias constantes desde o lançamento do Wii U em cada atualização de sistema, ou seja, a coisa pode ainda melhorar.

Assim, o recurso é válido e certamente é uma grande iniciativa da Nintendo a favor dos gamers. Quem não sentiu falta de algo semelhante nos novos PS4 e Xbox One?

5. O NOVO GAMEPAD

O gamepad polêmico do Wii U realmente á a parte mais inovadora que a Nintendo trouxe para a geração. Podemos dizer também que foi a mais arriscada. Visto com desconfiança por muitos gamers, o controle se comporta de maneira muito semelhante à segunda tela dos Nintendos DS e 3DS.

mass-effect-3-wii-u-gamepad

Você tem a possibilidade de acompanhar mapas de jogos, visualizar opções de jogos, ativar itens e complementar sua experiência. Particularmente, vi no controle a opção de poder jogar os games do Wii U enquanto outra pessoa utiliza a TV. Penso que para muitos pais é uma opção bem interessante de manter os filhos por perto e não ter o centro da sala monopolizado.

O gamepad possui uma tela sensível ao toque e bateria interna recarregável. Aqui há um problema. Em minhas primeiras experiências a bateria não tem durado mais do que quatro horas de uso. Isso é contornável pelo fato do controle funcionar normalmente se estiver ligado à uma fonte de energia e se você utilizar o acessório que acompanha o kit Deluxe e sempre mantiver o controle carregando enquanto ele está fora de uso.

Assim, ai vem uma segunda informação. O Wii U requer duas tomadas. Você tem uma fonte de energia para o console e outra, exclusiva, apenas para o gamepad. Fiquei surpreso no início, mas você se acostuma com a execução, mas a Nintendo poderia ter pensado em disponibilizar uma das USBs do console para isso…

Se você não curte muito utilizar uma segunda tela, a maioria dos jogos permite que você utilize o Wii U Pro Controller, que é vendido separadamente, é bastante confortável, também conta com bateria interna e oferece grande ergonomia.

Wii-U-Pro-Controller1

Mas infelizmente alguns jogos fazem questão da tela do gamepad. É o caso de Sonic: Lost World, que exige o uso da tela para funções como gestão de inventário, mapa e alguns mini-games. Nada que fosse imprescindível na verdade, mas a SEGA aqui optou por tornar o controle obrigatório.

Já New Super Mario Bros. U, que acompanha o kit Deluxe permite o uso do Wii U Pro Controller, mas também existem aí questões de execução. Você precisa do gamepad padrão por perto para que o console funcione em sua totalidade. Tomara que em uma futura atualização isso também seja melhor resolvido.

EM RESUMO…

A experiência com o Wii U já está mais razoável após este primeiro ano de jornada do console. Ele chega ao Brasil em um melhor momento, mas a Nintendo eShop ainda não está disponível para nós brasileiros, ainda por conta dos problemas para pagamentos em reais com cartões internacionais, que também está afetando Sony e Microsoft. Isso faz com que, por enquanto, estejamos longe dos jogos indies que tem sido publicados e dos clássicos do Virtual Console.

Enfim, novos jogos estão chegando e os títulos da própria Nintendo são tradicionalmente muito bem executados, mas o preço brasileiro oficial poderá manter muitos interessados ainda receosos.

A Nintendo, empresa centenária, eficiente e enxuta, com seus pouco mais de 5.000 funcionários, mostra mais uma vez que tem chances de se manter relevante, apesar da forte concorrência. No fim das contas a geração está apenas começando e muita coisa ainda vai surgir nos próximos meses. Não a considere fora da guerra!

E você? Adicionaria mais fatos à nossa lista? 

Conhece os 10 fatos do Xbox One? Clique aqui e conheça. E nossos dez fatos sobre o PS4? Compare e comente.


Compartilhe esta notícia com seus amigos nos links sociais logo abaixo! E para saber nossas novidades em primeira mão, curta nossa fã page e siga-nos no Alvanista!

  • Emissario Zen-hai

    Uma biblioteca dos melhores jogos exclusivos que um console pode querer.

  • Filipe Santos

    Apenas uma ressalva, o processador de 3 núcleos tem na verdade 1.24GHz, e não 550 MHz. Creio que é o vídeo que possui essa frequência.

  • welljose

    Ajustado, Filipe! Valeu!

  • Jota Jota

    Sempre gostei na Nintendo. Tenho um Ps3 e um Wii e pretendo adquirir um WiiU mais na frente,quando abaixarem os preços e tiverem mais jogos. Mario, Zelda Metroid entre outros ainda tem um apelo muito grande pra mim.

  • Everton

    Acho que esse lance das empresas não quererem desenvolver pro WiiU pelo fato do hardware ser inferior é balela. O 3DS é inferior ao PSVita e nem por isso tem menos jogos. É mais fácil assumir que não vê vantagem em termos financeiros e pronto