LifeStart: A – Z

imagem_lifestart_ok

Texto de Rogério Rocha e montagem de Wellington Silva. Com Thiago Gonçalves.

E aqui estão as respostas do nosso glossário

ANGRY BIRDS – Um passarinho mal encarado atirado por um estilingue para atingir porcos verdes? Sim! É um sucesso mundial e abre a nossa lista.

BATTLEFIELD – A série que sempre primou pelo realismo sem deixar a diversão de lado merece estar nesta lista. Battlefield 4 é o FPS mais aguardado do momento e os adoradores do gênero reconhecem a grandiosidade deste título.

CANDY CRUSH
– Puzzles sem compromisso são gostosos de jogar, mas e quando os puzzles são feitos de doces? Hummm… Se eu morrer, posso pedir uma vida a um amigo… na reunião, falando baixinho… talvez!

DONKEY KONG – Criado em 1981 e popularmente conhecido em arcades no Brasil, Donkey Kong é um jogo que tem como personagem principal o Mário. Ele mesmo. Aquele de bigode que terá seu lugar garantido na lista. Donkey Kong por si manteve boa qualidade nos jogos da série mesmo separado do mascote da Nintendo.

ENDURO – Jogos de corrida devem ser curvar a Enduro. Criatividade de verdade é conseguir demonstrar diversos cenários e sons nas limitações do ATARI. E o desafio é maior do que muitos jogos atuais.

FINAL FANTASY – Apesar de altos e baixos, esta série de RPGs é a mais conceituada. Entre os momentos históricos dos gamers, Final Fantasy tem seu lugar. Aberturas épicas, enredos cativantes e finais surpreendentes fazem parte da arte do RPG.

GRAND THEFT AUTO – Nos jogos de mundo aberto, nenhum deles alcançou o prestígio de GTA. A Rockstar permitiu que os jogadores tivessem a liberdade de roubar, agredir e se machucar nos jogos. Resultado: Domínio do vendas. E vamos aguardar pela quinta edição que, com seus três protagonistas, promete revolucionar.

HALO – Master Chief é um super soldado que apóia a humanidade em uma guerra contra os Profetas e seus Alienígenas. A série ganhou fãs e a Microsoft não se limitou a manter a história no jogo FPS. RTS, graphic novel e até série de TV será produzida da franquia.

INTERNATIONAL SUPERSTAR SOCCER – Entre os fãs de FIFA e PES, optamos por favorecer o jogo que nos fazia felizes e tinha unanimidade. ISS não só ficou em nossas memórias pelos dribles possíveis, mas pelos gritos de gol e frases na língua portuguesa.

JUST DANCE – Não somos injustos com os outros jogos de dança. Mesmo antigos como Bust-a-Move ou DDR foram lembrados, mas Just Dance consegue reunir pessoas de diversos gostos e fazê-las interagir. As possibilidades e formas de compartilhamento fazem com que a série tenha um lugar na lista.

KING OF FIGHTERS – Temos jogos de luta que criaram estilos, mostraram a morte e aumentaram as dimensões de jogo, mas King of Fighters significou para hardcore fighters mais do que uma geração. Mesclar lutadores de diferentes jogos foi marco deste título.

LAST OF US – Zumbis foram reescritos. Chegamos no limite de arte e jogo no final da geração dos consoles atuais. E que belo fim.

MARIO – Ele resistiu a mudança de mídias, gráficos texturizados, 3D, cell shading, Next Gens, MMORPGs, Multiplayer games, Open worlds e até a FPS! Se existe alguém imortal em games, ele usa bigode! Há melhor argumento contra Metal Gears, Metroids, Mortal Kombats, entre outros Ms…

NBA JAM – Os jogos de basquete tentavam ser tão reais que não pareciam ter vida…até NBA JAM. Enterrar na cara e quebrar tabelas mudou a mesmice de tocar bola até aparecer alguém para “chutar” da linha dos 3.

OUTRUN – Corra por rotas diferentes e veja a praia ao seu lado. Outrun tinha um cenário tão clean que você corria pelo prazer de estar em um carro com uma gata do lado por estradas expressas.

PACMAN – Pacman (ou come-come, como era chamado) é tão arcade que minto pra mim mesmo que este foi o primeiro deles. Uma pena que a Namco não conseguiu manter seu mascote tão vivo. Tentou até dar perninhas à ele…

QUAKE –  Quake tem seu merecido espaço na cena gamer. Sempre muito bem recebido pelo público, o jogo de tiro em primeira pessoa ajudou a popularizar o gênero e também foi fundamental para a popularização da jogatina online, com o famoso Quake Arena.

RESIDENT EVIL – O primeiro susto. E o segundo também! Nunca pensei que videogames trariam suspense e situações só criadas por filmes até aquele momento. A enxurrada de jogos de zumbis que sucederam o primeiro jogo não tiraram da série o seu lugar nesta lista.

SONIC – Correndo (e muito) com Mário está o porco espinho da SEGA. Ultrapassa as idades e modas dos games mantendo-se entre os jogos atuais. No caso dele, a velocidade, que é uma marca registrada, ajuda no desenvolvimento de um jogo divertido. Os Street Fighters não me perdoarão por isso… Eu sei.

TOMB RAIDER – Lara Croft foi ícone de uma geração de games. Obrigou que os jogos se parecessem com o dela no mercado. Ainda viva, consegue não só manter os fãs antigos como alcançar novos.

UNCHARTED – Drake está sempre se dando mal… no jogo. No mercado, é um dos mais bem vistos graças a Naughty Dog e sua perfeita sinergia com o console da Sony, o PS3.

VIRTUA FIGHTER – Os olhos só brilhavam em ver um jogo de luta em 3D. Polígonos eram a entrada para o futuro e consoles como o 32X da SEGA tinha jogos como esse. Lutadores sem poderes especiais e estilos de luta diferentes davam estilo ao jogo.

WII SPORTS – O carro chefe do console da Nintendo teve mais de 50 milhões de vendas! Uniu gerações em frente ao seu aparelho e mudou a visão do mundo sobre videogame e entretenimento. Não há palavras…só números!

X-MEN – Se fossemos listar os jogos com este título, não caberiam nesta página, mas se lembrarmos que desde 1989 desde as produtoras Acclaim e Konami até Activision e Capcom, teremos motivos de sobra para manter o nome nesta lista.

YOSHI – Donkey cria Mario e Mario cria Yoshi! O dinossauro apareceu em Super Mario Bros 3 e ganhou jogos exclusivos de plataforma e de puzzle.

ZELDA – Ok. É nome da princesa e não do personagem principal do jogo, que se chama Link. Mas como não reverenciar este jogo de estilo aventura e RPG? Um dos maiores de todos os tempos, Zelda é uma das franquias mais vendidas de todos os tempos.

Gostou?! Não deixe de compartilhar com seus amigos!
E aproveite para navegar aqui na LifeStart! Utilize as caixas abaixo.